Samae estuda implantação de sistema solar

Samae estuda implantação de sistema solar

Fonte: SAMAE
Foto: Carla Costa – Assessoria de Imprensa Samae

Se o projeto for aprovado, o Samae instalará o painel solar na ETA II da Lagoa da Serra

A sustentabilidade e a energia renovável são temas bastante falados na atualidade. A energia solar ganhou espaço no mundo nos últimos anos e sua popularidade cresce cada vez mais no Brasil e em Santa Catarina, onde muitas empresas privadas e órgãos públicos estão aderindo ao projeto visando não só a economia, como a preservação do Meio Ambiente.

Em Araranguá, o Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto de Araranguá (SAMAE) vem estudando a possibilidade de implantar o sistema solar fotovoltaico, onde a energia elétrica é produzida a partir de luz solar.

Segundo o Diretor Geral do Samae, José Hilson Sasso, o sistema incluirá as 5 Estações de Tratamento de Água (ETAs), 2 Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs) e ainda a sede Administrativa. “Três empresas já apresentaram propostas, incluindo o projeto e os custos que teremos com a implantação do sistema solar, e também a economia que teremos, que pode chegar a R$ 1 milhão/ano”, destaca Sasso. Ele lembra ainda que dentro de um prazo de 3,5 anos os investimentos já estarão pagos.

O diretor também já esteve visitando as empresas que estão oferecendo os serviços, onde viu de perto o funcionamento e as empresas e órgãos públicos que já aderiram ao projeto em Santa Catarina. “Segundo as empresas, as placas tem durabilidade de 50 anos, sendo 25 anos de garantia”, citou.

Atualmente a autarquia gasta cerca de R$ 80 mil/mês com energia elétrica, isso porque todas as estações – água e esgoto – funcionam com motores elétricos. “Sabemos que os investimentos serão de grande vulto, contudo já conversei com prefeito Mariano Mazzuco, que achou interessante o projeto e deu seu aval, pois sabe que a tendência atual e futura está na geração de energia fotovoltaica, uma energia limpa e sustentável, que se baseia na fonte renovável de energia mais abundante e disponível no mundo, o sol”, disse o diretor.

Se o projeto for aprovado, o Samae instalará o Painel Solar que gera a energia solar fotovoltaica na ETA II da Lagoa da Serra, onde há um amplo espaço. “Os painéis solares são conectados uns aos outros e então ligados no seu Inversor Solar. O Painel reage com a luz do sol e produz energia elétrica – energia fotovoltaica”, explica Sasso.

Compartilhe:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no print
Compartilhar no email
Compartilhar no print
Rolar para cima